Mas, agora, se manifestou, sem a lei, a justiça de Deus… pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença. Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus

Sexta-feira 21 Setembro

Mas, agora, se manifestou, sem a lei, a justiça de Deus… pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença. Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus (Romanos 3:21-23).

21 Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas; 22 Isto é, a justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença. 23 Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; 24 Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus. 25 Ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus;

SEJAMOS SOLIDÁRIOS

Perto da minha casa vivia um colega de trabalho de meu pai, excelente ferreiro, mas infelizmente contrário ao evangelho. Trezentos metros acima havia uma casa habitada por uma família rica. O chefe dessa família era o diretor de redação de um importante jornal. Estes, por outro lado, eram cristãos fervorosos, o que os ajudava a enfrentar um doloroso problema: tinham um filho deficiente.

Certa noite, a esposa do jornalista se levantou para ajudar seu filho e viu a luz acesa na casa do ferreiro. Intrigada, creu ouvir um chamado de Deus. Deixou o menino com o marido e foi à casa daquele vizinho. Eles podiam estar festejando e ela corria o risco de ser mal recebida. Ao chegar soube que era uma noite de dor: o chefe da família acabara de morrer repentinamente. Sem fazer barulho, a visitante se uniu à viúva, ajudou a vestir o defunto e colocou a casa em ordem. Permaneceu ali até amanhecer. Somente no dia seguinte ficamos sabendo dos detalhes do acontecido. A viúva não conseguia entender como a ajuda havia chegado de maneira tão inesperada.

Como essa mulher abnegada e solícita, aproveitemos as oportunidades que nos permitam falar de nosso Senhor e Salvador, também através de nossos atos. O apóstolo Paulo exortava os colossenses a andar “com sabedoria para com os que estão de fora, remindo o tempo. A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal” (4:5-6). Extraído do devocional “Boa Semente” – literatura@terra.com.br