Versículos de hoje –

Zacarias 12:10

Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito.

10 set

João 19:5

Saiu, pois, Jesus fora, levando a coroa de espinhos e roupa de púrpura. E disse-lhes Pilatos: Eis aqui o

Versículos de hoje –

Salmos 71:20

Tu, que me tens feito ver muitos males e angústias, me darás ainda a vida, e me tirarás dos abismos da terra.

 

9 set

Mateus 9:35

E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas deles, e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo.

Versículos de hoje

8 set

Hebreus 10:24,25

E consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras,
Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.

Salmos 48:9

Lembramo-nos, ó Deus, da tua benignidade, no meio do teu templo.

“Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e, sim, poderosas em Deus, para destruir fortalezas…” 2 Coríntios 10.4

11 de Setembro

“Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e, sim, poderosas em Deus, para destruir fortalezas…” 2 Coríntios 10.4

Tudo depende do ponto de vista! Josué tinha a visão desanimadora de Jericó diante de si, mas levantou seus olhos para cima: “…eis que se achava em pé diante dele um homem que trazia na mão uma espada.” Tendo esse encontro com o Vencedor, Josué ganhou a batalha contra Jericó. Essa foi uma verdadeira vitória pela fé. A tática do povo de Israel simplesmente consistiu em obedecer à estratégia proposta por Deus. A maneira de lutar de Deus foi e continua sendo totalmente ilógica para a compreensão humana. Israel não pelejou contra Jericó, mas cercou o inimigo com a presença de Deus. O segredo da vitória foi o conhecimento de Deus, a presença do Senhor, pois eles carregavam a arca do Senhor consigo. A oração, cercando o inimigo com a presença do Senhor, fez com que o poder do inimigo desmoronasse. Da parte de Deus, tudo já havia acontecido. A presença de Deus foi suficiente para a vitória naquela ocasião, e continua sendo suficiente hoje também! Esse é o segredo do nosso Estrategista celestial. Tudo já está consumado! A vitória é nossa, e essa certeza nos fortalece no combate da fé.

Extraído do livro “Pérolas Diárias” (de Wim Malgo)

“E, para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte.” 2 Coríntios 12.7

10 de Setembro

“E, para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte.” 2 Coríntios 12.7

Um outro tipo de tática inimiga de Satanás é o ataque frontal e direto ao corpo, alma e espírito dos filhos de Deus. A guerra avança em todas as fronteiras. Paulo, como servo do Senhor, também conheceu isso. O ataque contínuo de Satanás ao seu corpo também havia afetado seu espírito e sua alma. Que contra-tática devemos usar quando o inimigo nos confronta dessa maneira? Como devemos nos comportar nesse caso? Nossa tática contrária deve ser não contra-atacar, mas consultar nosso supremo Comandante Jesus Cristo. Paulo fez exatamente isso. Quando ele via outros que estavam sendo afligidos por Satanás, ele ordenava que o inimigo se afastasse em nome de Jesus. Mas quando ele próprio era atacado, recorria ao Senhor: “Por causa disto três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim.” E eis que o Senhor Jesus Cristo, o maior estrategista, fez a maravilha: Ele abriu as fontes da graça ao seu servo e disse: “A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza.” Dessa maneira, a tática ofensiva do inimigo nada conseguiu na vida de Paulo.

Extraído do livro “Pérolas Diárias” (de Wim Malgo)

“E não é de admirar; porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz.” 2 Coríntios 11.14

9 de Setembro

“E não é de admirar; porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz.” 2 Coríntios 11.14

O Cordeiro venceu Satanás na cruz do Calvário. Não por força ou poder, mas pelo Seu Espírito, pela Sua natureza. Esta é a estratégia de Jesus Cristo.

A tática mais freqüente do inimigo é o disfarce refinado. Ele se transforma em anjo de luz, e bem dessa maneira ele hoje se assenta na igreja de Jesus. Isso significa a eliminação da cruz. Quando os crentes são filhos do mundo, e os filhos do mundo são ‘crentes’, não existe mais separação. Que tática vamos usar contra o inimigo? Exatamente o contrário da sua: em vez de disfarce e mentira, a verdade! Examinemos a armadura de Deus: “Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade, e vestindo-vos da couraça da justiça.” A verdade sempre desmascara a mentira! Se nos disfarçamos para encontrar nosso próximo, quer dizer, se usamos de falta de sinceridade, a confissão dos nossos lábios em relação ao nosso Senhor não tem força porque nossos corações mentem. Este é o terrível espírito do piedoso disfarce na igreja de Jesus: os pecados são cobertos, camuflados, e a inimizade da cruz é embrulhada piedosamente. Mas assim mesmo Jesus é vencedor, e a verdade prevalecerá! Por isso, cingi vossos lombos com a verdade!

Extraído do livro “Pérolas Diárias” (de Wim Malgo)

Saberás, pois, que o Senhor, teu Deus, é Deus, o Deus fiel, que guarda o concerto e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e guardam os seus mandamentos (Deuteronômio 7:9).

Terça-feira 11 Setembro

Saberás, pois, que o Senhor, teu Deus, é Deus, o Deus fiel, que guarda o concerto e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e guardam os seus mandamentos (Deuteronômio 7:9).

QUE DEUS É ESSE?

Há seis anos, milhares de pessoas encontraram a morte repentina e inesperadamente quando terroristas trouxeram destruição para os Estados Unidos. Quatro aviões de passageiros foram seqüestrados, dois deles colidiram com as torres gêmeas do World Trade Center, que ruíram logo depois, soterrando milhares nos escombros. Um avião atingiu o Pentágono em Washington, o quartel-general do ministério da defesa, enquanto que o quarto caiu próximo a Pittsburgh. Esses foram atos de maldade premeditados e planejados em detalhes, feitos ostensivamente em nome do deus que os terroristas adoravam.

Que tipo de deus motiva as pessoas a fazer o mal e a causar destruição? Certamente não é o Deus revelado na Pessoa de Jesus Cristo, o Deus a quem a Bíblia apresenta assim: “Deus é amor. Nisto se manifestou o amor de Deus em nós: em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo, para vivermos por meio dele” (1 João 4:8-9). Aqui o amor e a vida estão proclamados, não o ódio e a morte. Além disso, nosso misericordioso Deus fez provisão para a justificação perfeita do pecador e, consequentemente, da culpa acumulada por ele: por Sua morte sacrificial, o próprio Filho de Deus Se tornou a “propiciação pelos nossos pecados” (1 João 4:10). Mas o perdão divino depende apenas de uma única condição: arrependimento sincero e fé na Pessoa e na obra de Jesus Cristo. Que maravilhosa graça pode ser encontrada no único Deus verdadeiro!

“Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno, os seus pensamentos e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar” (Isaías 55:7).

Extraído do devocional “Boa Semente” – literatura@terra.com.br