Então disse Davi a Gade: Estou em grande angústia; porém caiamos nas mãos do Senhor, porque muitas são as suas misericórdias; mas nas mãos dos homens não caia eu.

2 Samuel 24:14-25 (leia aqui)

 

O castigo divino está prestes a cair sobre a nação. O censo dos guerreiros estava completo quando o número deles foi diminuído pela pestilência. É como se Deus dissesse a Davi: “Minha é a prerrogativa para construir ou destruir em três dias essa nação que você levou quase dez meses para contar”.

 

A resposta de Davi às terríveis opções apresentadas é bela: “Caiamos nas mãos do SENHOR, porque muitas são as suas misericórdias” (v. 14). Ele conhecia o coração de Deus e, mesmo sob disciplina, sua confiança no amor divino não se abala. Essa confiança nunca seria frustrada. Novamente, o pecado do homem é uma oportunidade de Deus demonstrar os maravilhosos recursos de Sua misericórdia e perdão. “Basta”, o Senhor diz quando o fruto que Ele espera é produzido em nosso coração.

 

Um sacrifício é oferecido, e a eira de Araúna, o jebuseu, que o rei comprou mais tarde se tornou o lugar para o templo.

 

Davi não ofereceria ao Senhor sacrifícios queimados que não lhe custassem nada (v. 24). Pense na oferta de Maria nos evangelhos; ela também trouxe a Jesus um perfume caríssimo (João 12:3).

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 59 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: