Mateus 14:22-36

  

 Mateus 14:22-36

A cena do barco no meio da tempestade é a imagem da posição atual dos redimidos do Senhor. Enquanto Ele está no céu orando e intercedendo, eles têm de atravessar penosamente o agitado mar deste mundo. Moralmente, é noite: o Inimigo, incitando a oposição dos homens, atua como o vento e as ondas que anulavam os esforços dos remadores. Porém Jesus vem ao encontro dos Seus. Sua voz familiar tranqüiliza os pobres discípulos. E a fé, apoiando-se sobre a palavra “Vem!”, conduz Pedro Àquele que ele ama. Repentinamente, porém, sua fé falha e ele começa a afundar. O que aconteceu? Pedro tirou seus olhos do Mestre e os fixou na altura das ondas e na violência do vento – como se fosse mais difícil caminhar com Deus em um mar agitado do que em águas tranqüilas! Então Pedro clamou ao Senhor, que o socorreu imediatamente.

Depois, o Senhor Jesus é recebido na comarca de Genesaré, de onde havia sido expulso quando curou os dois endemoniados (cap. 8:34). Essa é uma figura do momento em que Seu povo, que O desprezou, O reconhecerá e render-Lhe-á homenagem, e será liberto por Ele.

Extraído do “Guia Devocional do Novo Testamento” – literatura@terra.com.br
About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 52 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: